Por: Indyara Morais, Dábyla Alkmin, Jéssica Lopes, Marina Santos, Mariane Leonel, Rodrigo Santos, Weverton Rosa, Dra. Ana Mendonça e e Dra. Maria Sousa.

Publicado na Revista da Escola Enfermagem da USP 2014; 48(Esp2):112-120.

Download (PDF, 936KB)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.