O projeto Comunicação promotora de saúde: estratégias de enfrentamento de epidemias de ISTs, HIV/Aids e Hepatites Virais em população jovem, é um projeto nacional realizado pela Universidade de Brasília (UnB), com a participação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Instituto Federal da Paraíba Campus Sousa (IFPB), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Estadual Paulista (UNESP), com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A pesquisa tem como objetivo Analisar a qualidade e adequação das estratégias educativas e comunicacionais voltadas a prevenção das ISTs, HIV/Aids e hepatites virais dirigidas a população jovem brasileira nos últimos 10 anos (2010 – 2019).

A pesquisa é de âmbito nacional e será realizada nas cinco regiões do Brasil, com foco na cidade local de cada polo, a saber: Centro – Oeste – Brasília; Norte – Manaus; Nordeste- João Pessoa; Sul – Rio Grande do Sul; Sudeste – São Paulo.  E tem como público estratégico Comunidades consideradas em situação de vulnerabilidades econômicas, sociais e culturais, entre elas os jovens e adultos entre15 e 24 anos, com ISTs, HIV/Aids e hepatite virais.

A presente pesquisa propõe-se a investigar o cenário atual das Infecções Sexualmente Transmissíveis – IST, HIV/aids e das hepatites virais, elementos que promovam a prevenção destes agravos em saúde em jovens do Brasil. O aumento significativo destas infecções alerta os pesquisadores, gestores, profissionais de saúde e tomadores de decisões em saúde que se trata de um problema de saúde pública contemporâneo.

Download (PDF, 1.24MB)